Muitos profissionais da área de recursos humanos ainda não sabem qual é a verdadeira importância dos indicadores de RH. Alguns deles até os utilizam, mas não conhecem a fundo o quanto eles podem contribuir para uma perfeita gestão de pessoas e para o bom funcionamento da empresa.

Saber utilizar essas ferramentas é requisito obrigatório para um bom profissional nos dias de hoje. Portanto conheça um pouco mais sobre os indicadores de RH e tudo o que eles podem fazer para que você se destaque e agregue valor ao seu trabalho.

O significado e a importância dos indicadores de RH

Os indicadores de RH – também tratados como KPIs (Key Performance Indicators) ou indicadores de desempenho – possuem algumas funções principais:

  • verificar a atual situação da empresa;

  • definir metas;

  • medir resultados;

  • até mesmo prever o futuro de um empreendimento.

Todas essas métricas podem ser personalizadas de acordo com a realidade de cada empresa, adaptando-se e suprindo as necessidades de um empreendimento em particular.

Os dados para o cálculo desses indicadores podem ser obtidos por meio de funcionários da empresa, processos efetivados, programas corporativos e metas definidas/alcançadas. O resultado da avaliação pode ser fundamental para uma perfeita tomada de decisões.

Os principais KPIs e como eles podem ser calculados

Rotatividade

Também conhecido como turnover, esse indicador calcula a média de funcionários que entram e saem da corporação bem como o quanto a empresa é atrativa, comparada à concorrência.

Esse KPI é muito importante, já que ele pode indicar o quanto as pessoas gostam e se sentem atraídas a fazer parte do quadro de funcionários, ajudando a criar projetos que valorizem o empreendimento.

Para efetivar o cálculo, utilize a seguinte fórmula:

  • [(admissões + demissões) / 2] / total de colaboradores mês anterior x 100.

Efetividade no processo de recrutamento e seleção

O processo de seleção de pessoal precisa ser muito bem feito, uma vez que a empresa acaba gastando muito mais com rescisões contratuais e novas contratações a cada vez que precisa refazer os recrutamentos.

Existem muitas métricas utilizadas para se calcular a efetividade no processo de seleção de pessoal, como custo de contratação e percentual de vagas fechadas dentro ou fora do prazo, entre outros.

Por exemplo, para verificar o tempo gasto em uma contratação, utiliza-se:

  • tempo total gasto para preenchimento de vagas / número de vagas em aberto = tempo necessário para uma contratação.

Absenteísmo

Essa métrica é utilizada para medir a taxa de ausência de colaboradores pelos mais diversos motivos, seja a saúde do trabalhador associada às condições da empresa ou problemas pessoais dentro ou fora do estabelecimento.

Para calcular essa métrica, siga os seguintes passos:

  • [horas perdidas / (horas trabalhadas + horas perdidas)] x 100.

A quantidade de horas equivale a um determinado período, como um mês, quinze dias ou uma semana.

Saúde ocupacional

Esse KPI diz respeito a todos os exames necessários para admissão, periódicos ou de demissão de funcionários, incluindo os exames toxicológicos para motoristas profissionais.

Para ter os resultados, use esse cálculo:

  • (soma de gasto com exames, remuneração médica e materiais / custo com pessoal) x 100= peso dos encargos dentro do balanço da empresa.

Horas extras x horas trabalhadas

Esse indicador está diretamente ligado à produtividade na empresa. Ele pode avaliar uma possível sobrecarga das equipes, capacidade operacional e necessidade de contratação de pessoal, entre outros resultados.

O cálculo desse KPI é o seguinte:

  • (quantidade de horas extras / quantidade de horas trabalhadas) x 100.

Deixe seu email e ganhe desconto na compra do seu Exame Toxicológico na LABET!

Lucro por empregado

A empresa possui gastos com treinamento e salário, entre outros custos, e espera ter um retorno com isso. Esse KPI de produtividade mede exatamente o lucro que cada empregado gera para o negócio.

Utilize a seguinte fórmula para esse cálculo:

  • lucro / número de funcionários = lucro por empregado.

Índice de reclamações trabalhistas

Esse indicador é muito importante, pois eventuais indenizações podem ser muito prejudiciais para a empresa. Ele normalmente está ligado às legislações trabalhistas e condições de trabalho.

O índice de reclamações trabalhistas deve ser minuciosamente avaliado para verificar a qualidade de vida do colaborador, condições do local de trabalho e formas que a empresa pode se adaptar para a diminuição das reclamações.

O cálculo é o seguinte:

  • (número de reclamações trabalhistas / número de funcionários desligados) x 100.

ROI sobre treinamentos

A sigla ROI (return on investment) significa retorno sobre investimento e quando aplicada sobre os treinamentos, verifica se o valor gasto com os mesmos está gerando lucros para a empresa.

Esse indicador calcula, por exemplo, se os custos com treinamentos sobre segurança está realmente dando resultados e a empresa está gastando menos referente a acidentes de trabalho.

Para obter os resultados desse KPI, calcula-se dessa forma:

  • [(ganhos obtidos – valor do investimento inicial) / valor do investimento inicial] x 100 = ROI (%).

Dados sociais

Dentre a importância dos indicadores de RH, os dados sociais ganham destaque, uma vez que eles ajudam a conhecer o trabalhador da empresa e a garantir que ele possa atribuir valor ao negócio.

Quando se tem as informações referentes aos colaboradores, é possível adaptar o regimento interno e permitir a inclusão de todos os envolvidos.

Diferente dos outros KPIs, não existe um cálculo para se obter os dados sociais. Esse recolhimento é feito com pesquisas entre os profissionais e também através dos registros e cadastros dos funcionários.

Custo per capita de benefícios corporativos

Um dos fatores que valorizam uma empresa são os benefícios que ela dá aos funcionários. Mas é preciso verificar até que ponto eles também estão sendo rentáveis para os negócios.

Sabe-se que os benefícios são investimentos da empresa, mas, se eles não gerarem retornos, é preciso criar projetos para mudar essa situação.

O cálculo para verificar os custos per capita dos benefícios corporativos é:

  • gasto total com benefícios / total de profissionais = custo com cada colaborador.

A partir do momento em que se entende a importância dos indicadores de RH e se aprende como usá-los, fica muito mais fácil personalizá-los e aplicá-los no seu dia a dia, permitindo que os resultados obtidos sejam precisos e satisfatórios para a empresa.

Se você ainda tem alguma dúvida ou sugestão a respeito dos indicadores de RH, comente neste post. Nós podemos ajudar você a encontrar o que procura, garantindo a sua satisfação.