A maioria dos produtos que você tem e usa em seu dia a dia provavelmente passaram, em algum momento, por um caminhão. Hoje, no Brasil, esse é o tipo de transporte de mercadoria que mais atravessa o país. A vida de motorista de caminhão, portanto, é cheia de estradas e desafios.

Neste texto, você vai conhecer um pouco melhor situações que compõem a rotina de um caminhoneiro. Vai saber como ele equilibra o tempo entre a estrada e a família, além de sua preparação pré-viagem e os desafios que enfrenta ao longo do trajeto. Continue a leitura e conheça mais sobre essa profissão tão importante!

O dia a dia com a família

Ser caminhoneiro significa passar muito tempo na estrada e enfrentar uma dificuldade que é praticamente unanimidade entre esses profissionais: a saudade da família. Transportar uma carga por dias até chegar ao destino e depois retornar à cidade de origem faz com que esse profissional fique uma boa temporada longe de casa.

Portanto, quando está em família, ele quer aproveitar ao máximo a companhia dos seus filhos e esposa, pois sabe que é importante fazer programas juntos, comemorar aniversários e estar com quem ama antes que venha a próxima viagem.

O momento de sair para trabalhar

O motorista de caminhão sai de sua casa após passar uns dias em família, e ele nem sempre tem data certa para retornar de sua nova jornada. Desta vez, ele vai ter que levar a carga até o destino e tem que esperar para transportar outra carga na volta, afinal as duas cidades são bem distantes. Do contrário, a viagem somente de ida para levar a carga não compensaria.

Antes de sair para trabalhar, esse profissional se prepara bem: ele dorme o suficiente, alimenta-se corretamente, descansa para evitar estresse e ansiedade. Assim, ele estará pronto para sua nova jornada de horas e horas na estrada.

Deixe seu email e ganhe desconto na compra do seu Exame Toxicológico na LABET!

O transporte de certas cargas

Para aumentar o volume de trabalho esperando lucrar mais e alcançar a estabilidade financeira esse motorista de caminhão se habilitou para transportar vários tipos de carga: ele teve que fazer alguns cursos especializados, além de tirar a CNH com a categoria correta. Foi assim que se preparou para lidar da maneira adequada com o que está transportando.

Dentre os cursos específicos, já fez o de transporte de produtos perigosos, o de cargas indivisíveis e o de cargas vivas. Achou esses cursos em autoescolas e instituições especializadas.

Como na sua rotina a segurança deve estar sempre em primeiro lugar, ele se mantém atualizado e alerta durante o transporte de suas cargas.

A rotina na estrada

Durante a rota de entrega da carga, esse caminhoneiro também tem seus momentos de descanso e alimentação. Mas, existem alguns fatores que atrapalham o horário em que suas pausas acontecem: muitas vezes, não há na estrada um posto ou um local apropriado para a parada.

Por isso que ele sempre estuda o trajeto e organiza os locais de descanso com antecedência, informa-se sobre o prazo que tem para chegar ao destino e calcula, então, onde e por quanto tempo parar.

Mesmo levando pequenos lanches e água para consumir durante o trajeto, ele não abre mão de parar na hora da refeição. E, dependendo da quantidade de horas que dura a viagem, é necessário fazer paradas para descansar também.

Seu caminhão até tem um compartimento que permite colocar um pequeno refrigerador e uma pequena estrutura para esquentar refeições (esse é um jeito de se prevenir caso não haja nenhum lugar para parar no caminho). O importante é se alimentar e se recompor para continuar a pegar a estrada.

Os desafios enfrentados na vida de motorista

A vida desse motorista de caminhão é dinâmica, afinal é uma chance para ele conhecer muitas estradas e muitas cidades. Porém, a profissão também tem seus desafios particulares e é preciso saber lidar com eles.

Perder alguns momentos importantes em família

As primeiras palavras do bebê, o nascimento de um filho e a perda de um ente querido: essas são situações que acontecem sem controle, que surgem sem hora marcada. Muitas aconteceram justamente quando o motorista estava a trabalho na estrada, não havia muito o que fazer.

Muitas vezes, sua família não consegue entrar em contato com ele, já que em muitos trechos das estradas brasileiras o sinal de celular não funciona.

De qualquer forma, ele sabe que é preciso estar preparado para enfrentar o desafio de perder momentos importantes e tem que lidar com o fato de que cada profissão tem suas desvantagens. Essa é uma delas no caso de quem, como ele, trabalha pelas estradas afora.

Conviver com a violência nas estradas

Muitas vezes o trabalho desse caminhoneiro se consiste em transportar cargas de valor de uma ponta a outra do país. Esse papel, apesar de essencial, é desafiador, já que algumas estradas são conhecidas pelo alto índice de roubo e violência no geral.

Esse profissional está ciente de que esse é outro grande desafio de sua profissão: estar sujeito a violência sem poder tomar nenhuma atitude efetiva para se proteger, além de resguardar a carga que está em transporte. Muitos companheiros já relataram experiências com assaltos e roubos à carga e aos próprios caminhões.

Para tentar se proteger, ele estuda bem a rota, procura saber onde estão os pontos mais perigosos e fica atento a qualquer movimento fora do normal (se necessário, avisa a polícia).

Resistir ao cansaço

Por mais que esse motorista pare por algumas horas para descansar em um posto ou em áreas reservadas para isso, ele sabe que essa realidade pode ser diferente para alguns de seus colegas: muitas vezes, a empresa solicita a entrega do produto em um tempo curto que impossibilita o descanso necessário.

Portanto, apesar de não ser o ideal, resistir ao cansaço é, infelizmente, mais um desafio que muitos caminhoneiros enfrentam.

Conseguir regularizar o sono

Sua saúde muitas vezes sente as consequências de passar algumas noites dirigindo, de dormir pouco ou em horários picados ao longo do dia.

O sono é fundamental para o funcionamento do organismo, e ele fica comprometido depois de muito tempo na estrada. Com isso, conseguir regularizá-lo quando volta para a casa é outra questão que precisa ser enfrentada para manter sua saúde em dia.

A vida desse motorista é agitada, mas mesmo assim ele faz o possível para conciliar a rotina do trabalho com a família e ter uma vida feliz e realizada fazendo o que gosta: rodar o Brasil e facilitar a entrega de tantos produtos que precisam ser transportados para que o país cresça e se desenvolva.

Gostou de conhecer esse retrato da vida de motorista de caminhão? Então compartilhe este texto em suas redes sociais e ajude seus amigos a entenderem melhor o dia a dia desse profissional!