Garantir a saúde e a qualidade de vida dos profissionais deve ser prioridade em qualquer empresa. Saiba como!

Uma empresa de transportes precisa estar constantemente avaliando questões relacionadas à saúde, qualidade de vida e bem-estar de seus colaboradores. Diante dessas prioridades, o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) se mostra bem importante.

O programa serve para diagnosticar precocemente prováveis danos ao funcionário, além de estabelecer estratégias para resolver de maneira mais eficiente problemas relacionados ao trabalho. 

Neste texto, você vai entender um pouco mais sobre o que é o PCMSO e como os exames admissionais se encaixam nesse sentido, além de conhecer a sua relação com o Exame Toxicológico de Larga Janela de Detecção. Boa leitura!

1. Entenda o que é PCMSO

Toda empresa, por lei, precisa coletar do trabalhador uma série de exames para assegurar a sua saúde, além de comprovar que o ambiente de trabalho não está o afetando fisicamente e psicologicamente. Diante desse cenário, o PCMSO estabelece quais exames admissionais precisam ser feitos para que o colaborador possa ser aceito em um negócio e para que fique atestada sua aptidão para exercer as funções.

Caso seja admitido formalmente em uma empresa de transporte, o profissional, além de avaliar a sua aptidão para o cargo, também poderá comprovar, em um desligamento ou mudança de função, se aquela organização causou-lhe prejuízos à saúde.

Mas os testes também visam proteger não apenas o funcionário. Para as empresas, com o atestado em mãos, o colaborador não poderá alegar judicialmente que foi demitido devido a um problema de saúde. Ou seja, o principal objetivo do PCMSO é poder controlar possíveis danos ao trabalhador e prevenir problemas mais sérios que podem surgir a partir de suas funções no dia a dia laboral. 

2. Saiba como realizar o PCMSO

Assim como em qualquer outra estratégia adotada na empresa, iniciar o programa com um planejamento é uma das principais ações para o sucesso do projeto. Nessa fase, gestores, coordenadores e demais membros da equipe devem entender de maneira clara todos os riscos presentes em suas atividades.

Em uma empresa de transportes, por exemplo, destacam-se:

A partir da análise e da compreensão de todos esses riscos, é possível estabelecer medidas que possam diminuir as chances de acidentes. Ou seja, a partir do entendimento de como o negócio afeta o colaborador, serão traçadas ações para evitar esses gargalos. 

Deixe seu email e ganhe desconto na compra do seu Exame Toxicológico na LABET!

3. Conheça as ações do PCMSO

Ao entender o conceito do PCMSO e como ele pode ser planejado, é preciso estabelecer as ações necessárias e aplicá-las na empresa. São consideradas ações preventivas para a manutenção da saúde do colaborador.

Os gestores devem adotar estratégias que possam orientar os funcionários de maneira geral, como a organização de palestras e materiais educativos relacionados aos riscos identificados no planejamento. Oferecer palestras educacionais sobre saúde e qualidade de vida traz resultados muito positivos para a empresa:

  • aumento da satisfação do funcionário: um colaborador saudável influencia diretamente o clima organizacional, uma vez que ele terá disposição para cumprir as metas. Logo, esse desempenho contribui para o aumento da sua satisfação com o cargo;
  • maior produtividade: o funcionário engajado com o planejamento estratégico será mais produtivo, já que ele consegue atingir ou ultrapassar os resultados esperados;
  • redução de custos: ao entender os principais riscos e as maneiras de preveni-los, as chances de acidentes se reduzem significativamente. Como consequências, haverá uma diminuição de absenteísmo e a organização terá menos gastos. 

4. Saiba quem pode fazer o PCMSO

Como em qualquer outra ação relacionada à saúde do trabalhador, não é qualquer pessoa que pode efetuar os exames do Programa. É preciso que o médico contratado pela empresa tenha especialidade em Medicina do Trabalho. Esse profissional tem a competência necessária para avaliar se o funcionário está apto ou não para o cargo. 

Muitas empresas, inclusive as de maior porte, fecham parcerias e convênios com clínicas de Medicina do Trabalho. Para isso, é necessário pesquisar as clínicas mais tradicionais e recomendadas no setor. Também é importante obter informações com outros gestores para identificar os principais diferenciais de cada clínica.

Durante a pesquisa, não deixe de saber se determinada empresa oferece suporte necessário para o seu negócio. Afinal, não é porque determinado local é bem recomendado que ele atenderá especificamente uma empresa de transporte da melhor maneira. Portanto, avalie todas essas questões e compare os custo-benefícios antes de fechar contrato.

5. Entenda a relação entre o Exame Toxicológico de Larga Janela de Detecção e o PCMSO

O Exame Toxicológico de Larga Janela de Detecção tornou-se obrigatório para a renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) desde a aprovação da Lei 13.103, conhecida como Lei do Caminhoneiro. O seu objetivo é oferecer mais segurança nas estradas nacionais, além de garantir saúde e qualidade de vida ao motorista profissional, seja ele contratado em regime formal, seja ele autônomo. 

Sendo assim, sempre que o colaborador for admitido ou demitido de uma empresa, ele passará por esse teste para verificar se houve o consumo de substâncias psicoativas nos últimos 3 meses.

Isso é possível graças à análise da queratina coletada no cabelo ou no pelo corporal. Pela estrutura dos fios, a substância fica presente por um período maior do que outros exames — urina e sangue, por exemplo. Vale salientar que a realização desse e de outros exames deve obter uma certa rigorosidade para garantir a precisão dos resultados e a avaliação adequada do trabalhador.

Além da obrigatoriedade na contratação e demissão de motoristas, o Exame Toxicológico é exigido na renovação da Carteira Nacional de Habilitação das categorias C, D ou E. Caso a empresa não cumpra essa obrigação estabelecida legalmente, ela será multada com valores que variam de acordo com o atraso do envio das informações ao CAGED. 

Ao longo deste artigo, você pôde entender um pouco mais sobre o que é PCMSO, a sua importância para o negócio, os seus principais objetivos e por que os exames admissionais são essenciais para garantir a saúde dos profissionais.

Com a implementação do PCMSO, a empresa de transporte se mantém de acordo com a lei, garante segurança para os trabalhadores durante as atividades laborais e, como consequência, tem um maior engajamento deles com os resultados da organização. 

Agora que você entende os fatores que merecem atenção no PCMSO em empresas de transporte, aprofunde-se na discussão sobre o Exame Toxicológico: veja o nosso artigo sobre o papel deste exame na redução de acidentes nas estradas.

Powered by Rock Convert